Administração promove roda de conversa sobre mobilidade urbana

 

No início do mês de maio a turma do 8° período do curso de Administração (8°ADAN), recebeu dentro das atividades da disciplina de Tópicos Especiais em Administração II, ministrada pelo professor Ângelo Simão, o cicloativista e vereador de Curitiba, Goura Nataraj para uma roda de conversa. O convidado desenvolve trabalhos relacionados a questões de mobilidade urbana em Curitiba e região.

A disciplina

Ao longo da disciplina, o professor Ângelo desenvolve com os alunos estudos sobre o futuro das organizações, dos setores econômicos e territórios, utilizando como base a metodologia de “Prospectiva Estratégica”, metodologia de origem francesa que oferece diversas ferramentas para a elaboração de estudos dessa natureza. Os acadêmicos estudaram o livro: “A Prospectiva Estratégica para as Empresas e os Territórios”, escrito por Michel Godet e Philippe Durance, dois dos principais especialistas na metodologia na atualidade.

O objetivo do estudo foi possibilitar que os alunos conhecessem em maior nível de profundidade a proposta da metodologia. “Para trabalhar a metodologia de forma aplicada, selecionamos o setor automotivo como foco das nossas atividades práticas. Ao longo do primeiro bimestre fizemos uma oficina para identificar quais eram as percepções dos alunos sobre o automóvel e mais recentemente os alunos fizeram um levantamento de variáveis relacionadas a mobilidade urbana”, explica o professor.

Palestra

Durante sua participação, Goura abordou sobre os avanços na área da mobilidade urbana em Curitiba, com ênfase no ciclismo. Também destacou a criação da via calma (via compartilhada entre carros, motos e bicicletas) e da área calma (perímetro dentro do qual os veículos deverão circular a uma velocidade máxima de 40 quilômetros por hora). De acordo com estudos apresentados pelo vereador, a redução da velocidade das vias diminuiu o número de vítimas e acidentes de trânsito. “A partir de 40 quilômetros por hora a curva da mortalidade sobe exponencialmente, tem uma relação direta entre a velocidade de um impacto e o dano que esse impacto vai causar para o nosso corpo. Por isso que a redução da velocidade deve ser uma das primeiras ações para diminuir as mortes no trânsito”, explica.

Após a exposição, Goura participou de uma roda de conversa com os alunos, onde tirou dúvidas e debateu questões levantadas pelos acadêmicos sobre o assunto.

 

Posted in ADMINISTRAÇÃO, ESCOLA DE NEGÓCIOS, GRADUAÇÃO, NOTÍCIAS.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *