Caderno da Escola de Saúde requalificado pela CAPES

 Escola de Saúde do UniBrasil Centro Universitário, desde 2008, publica artigos de professores e alunos de todos os cursos de Saúde na revista científica dos Cadernos da Escola de Saúde.

O Caderno anteriormente estava qualificado pela Comissão de Aperfeiçoamento de Pessoal do Nível Superior (CAPES), na área de biodiversidade, por também abrigar artigos referentes à temas de biologia e botânica. Desde 2016, o corpo editorial da revista vem trabalhando para qualificá-la na área de Saúde. “A área de saúde representa melhor os artigos científicos publicados atualmente na revista e se qualificar nessa área melhora o fator de impacto de nossas publicações”, conta a pró-reitora de graduação, professora doutora Lilian Pereira Ferrari, uma das editoras-chefes da revista.

Os artigos publicados na revista têm como autores docentes do UniBrasil, acadêmicos e egressos da Instituição, que terminaram o Trabalho de Conclusão de Curso (TCC), e também professores de graduação e pós-graduação de instituições externas. A professora Liya Regina Mikami, também editora-chefe da revista, comenta que agora sendo reclassificada e qualificada na área de saúde, certamente a revista será a opção de publicação para outros profissionais da área. A revista foi qualificada como B5 em três sessões da área de saúde: enfermagem, nutrição e medicina.

Outra novidade para o segundo semestre de 2017 será a gestão da revista via Open Journal Systems (OJS), sistema universalmente utilizado para revistas qualificadas pela CAPES, onde o pesquisador poderá ter acesso à vantagem de formato, e reestruturação de suas submissões, além de ter acesso às normas de submissão, à direção científica, aos editores chefes e de sessão, e aos parceiros que são os servidores.

Esses são os primeiros frutos de um trabalho que a Pró-Reitoria de Pós-Graduação, Pesquisa, Extensão e Assuntos Comunitários (PROPPEx), a quem cabe a gestão da política de publicações científicas da Instituição, tem realizado com as editorias das revistas. “A criação de um portal de periódicos do UniBrasil e a operacionalização de todo o trabalho de editoração pelo OJS, incluindo a avaliação por pares, são metas que estamos perseguindo e, pelo que a realidade tem indicado, em breve serão atingidas. A decisão pela submissão e avaliação dos trabalhos do EVINCI 2016 no OJS foi a forma que encontramos de aproximar a comunidade acadêmica desse sistema”, salientou o pró-reitor da PROPPEx, professor doutor Valter Fernandes da Cunha Filho. Segundo o professor, a CAPES tende a elevar a categoria dos periódicos na proporção que seus procedimentos de gestão são inseridos no OJS.

Posted in ALUMNI, ESCOLA DE SAÚDE, GRADUAÇÃO, NOTÍCIAS, PROPPEX.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *