Instituição Corpo DocenteAlunos  
     

Você está em: ·Normas de Segurança em Laboratório
< voltar

Páginas relacionadas

Manual de Biossegurança

NORMAS DE SEGURANÇA EM LABORATÓRIO

ESCOLA DE SAÚDE


1. INTRODUÇÃO
Toda e qualquer atividade prática a ser desenvolvida dentro de um laboratório apresenta riscos e estão propensas a acidentes. Devemos então utilizar normas de conduta para assegurar a integridade das pessoas, instalações e equipamentos. É importante manusear corretamente as substâncias químicas e equipamentos com os quais se vai trabalhar, a fim de evitar acidentes pessoais ou danos materiais. Neste contexto , é necessário saber os procedimentos gerais recomendados em casos de acidentes. Este manual é destinado aos acadêmicos dos Cursos da área biológica e da saúde e tem por finalidade conscientizá-los quanto as normas de segurança, requisito básico para garantir a qualidade e a segurança no laboratório. A segurança é um direito e uma obrigação individual.

2. REGRAS BÁSICAS

  • Estar consciente do que estiver fazendo, ser disciplinado e responsável;
  • O acesso ao laboratório é restrito quando experimentos estão em andamento;
  • Respeitar as advertências do professor sobre perigos e riscos;
  • Para utilizar os produtos químicos ou equipamentos , é necessário autorização de professores, técnicos ou estagiários.
  • Manter hábitos de higiene;
  • Não é permitido beber, comer , fumar ou aplicar cosméticos dentro do laboratório;
  • Usar o guarda-pó sempre que estiver dentro do laboratório;
  • Não usar sandálias ou outros sapatos abertos,
  • Usar preferencialmente calças compridas;
  • Tomar os devidos cuidados com os cabelos, mantendo-os presos;
  • Guardar casacos, pastas e bolsas, nas áreas indicadas, e não na bancada onde podem ser danificados pelos produtos químicos;
  • Trabalhar em local bem ventilado e bem iluminado, livre de obstáculos ao redor dos equipamentos;
  • Manusear as substâncias químicas com o máximo cuidado;
  • Não respirar vapores e gases;
  • Não provar reagentes de qualquer natureza;
  • Antes de iniciar as tarefas diárias, certifique-se de que haja água nas torneiras;
  • Sempre usar material adequado e seguir o roteiro de aula prática fornecido pelo professor, nunca fazer improvisações ou alterar a metodologia proposta;
  • Ao derramar qualquer substância, providenciar a limpeza imediatamente, utilizando material próprio para tal;
  • Não jogar nenhum material sólido ou líquido dentro da pia ou rede de esgoto comum;
  • Não trabalhar com produtos químicos sem identificação, ou seja, sem rótulo;
  • Ao aquecer qualquer substância em tubo de ensaio, segurá-lo com pinça voltando a extremidade aberta do tubo para o local onde não haja pessoa;
  • No local de trabalho e durante a execução de uma tarefa, falar apenas o extritamente necessário;
  • Nunca apanhar cacos de vidro com as mãos ou pano. Usar escova ou vassoura;
  • Ler com atenção os rótulos dos frascos e dos reagentes;
  • Evitar contato dos produtos com pele,olhos e mucosas, utilizar sempre que solicitado luvas e óculos de segurança;
  • Caso você tenha alguma ferida exposta, esta deve estar devidamente protegida;
  • Manter o rosto sempre afastado do recipiente onde esteja ocorrendo uma reação química;
  • Conservar os frascos de produtos químicos devidamente fechados e não colocar as tampas de qualquer maneira sobre as bancadas. Ela deve ser colocada com o encaixe para cima;
  • Não misturar substâncias químicas ao acaso;
  • É proibido misturar substâncias químicas voláteis fora da câmara de exaustâo de gases;
  • É proibido adicionar água diretamente sobre os ácidos;
  • É expressamente proibido pipetar com a boca;
  • Não usar vidrarias trincadas ou quebradas;
  • As superfícies devem ser descontaminadas pelo menos uma vez por dia e sempre após o respingo de qualquer material, sobretudo material infeccioso;
  • O laboratório deve ser mantido limpo e livre de todo e qualquer material não relacionado ás atividades nele executadas;
  • Para fins de pipetagem, devem ser utilizados dispositivos mecânicos auxiliadores tais como: pêras de borracha, pipetadores automáticos, etc.
  • É proibido o manuseio de maçanetas, telefones, puxadores de armários ou outros objetos de uso comum, por pessoas usando luvas durante a execução de atividades em que agentes infecciosos ou material corrossivo estejam sendo manipulados;
  • Quando necessário, fazer uso de máscara para poeira ou máscara de ar com filtro adequado para o tipo de produto químico que está sendo manipulado;
  • Todos os materiais tóxicos, sólidos ou líquidos, devem ser tratados adequadamente antes do descarte. O material a ser descartado deverá ser colocado em um recipiente à prova de vazamento e devidamente coberto, antes do seu transporte;
  • Sempre após a manipulação de substâncias químicas e antes de deixar o laboratório lavar as mãos;
  • Cada equipe é responsável pelo material utilizado na aula prática, portanto ao término do experimento limpar e guardar os materiais em seus devidos lugares;
  • No caso de quebra ou dano de vidrarias, materiais ou equipamentos, comunicar imediatamente ao professor ou ao técnico responsável;
  • Ao término da aula , desligar todos os equipamentos, fechar pontos de água e registro de gás;
  • Em caso de acidentes, avisar imediatamente o professor ou técnico responsável;
  • O não cumprimento destas normas poderá acarretar punição ao aluno ou à equipe;

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

LABORATÓRIO CENTRAL DO ESTADO DO PARANÁ. Manual de Biossegurança e Segurança Química em Laboratório de Saúde Pública. Curitiba: LACEN,2000.

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ. Manual de Aulas Práticas de Bioquímica. 4 ed. Curitiba: Editora da UFPR, 1995.

BAPTISTA, Maria João. Segurança em Laboratório Químico. Lisboa: Universidade Nova de Lisboa, 1979.





    Mapa do site
    Rua Konrad Adenauer, 442 - Tarumã - 82821-020 - Curitiba - PR
    Telefone: 55 (41) 3361 4200
    2000-2014 UniBrasil - Faculdades Integradas do Brasil

    Siga a UniBrasil:



     
    UNIBRASIL EM SÍNTESE
    cadastre-se para receber nossos informativos.