Projeto Mulheres Paranaenses reúne nomes de destaque do estado

Evento anual homenageou a atuação das mulheres do cenário estadual 

IMG_5590O Projeto Mulheres Paranaenses, realizado anualmente pelo UniBrasil Centro Universitário, está entre os principais eventos que compõem a agenda do estado em homenagem ao mês da mulher, comemorado em março. Alusivo ao Dia Internacional da Mulher, tem como objetivo homenagear personalidades femininas de destaque e que contribuem decisivamente para o desenvolvimento científico, cultural, artístico e empresarial do Paraná. O Mulheres Paranaenses 2017 teve o apoio do Grupo Boticário, da Associação das Amigas da Mama e o Soroptimista Internacional Curitiba Glória.

grupoNa oitava edição, estiveram presentes a pró-reitora de graduação, professora Lilian Pereira Ferrari; professores e coordenadores; as mulheres Soroptimistas de Curitiba; alunos e demais convidados.

A juíza federal, Luciane Merlin Clève kravetz foi a responsável pelo discurso de abertura do evento. Em sua fala Luciane discorreu sobre a posição da mulher no cenário atual e o quanto é importante a discussão sobre a igualdade de gênero. “Quantas representações distorcidas da mulher, quantas imagens degradantes consumimos na mídia. O mundo ainda é carregado de estereótipos de gênero e, apesar dos avanços, o espaço público ainda não foi ocupado satisfatoriamente pela mulher. A violência doméstica ainda IMG_5671ocorre largamente e muitas vezes não é punida e sim socialmente tolerada. O valor não é dado da mesma forma entre homens e mulheres. Por isso, só podemos agradecer a oportunidade deste evento, de celebrar mulheres inspiradoras e valorosas em suas áreas”, discorreu. Na ocasião a juíza recebeu uma lembrança simbólica das mãos da pró-reitora de graduação, professora Lilian Pereira Ferrari.

Wanda Camargo

IMG_5479Coordenadora do Projeto Mulheres Paranaenses e assessora da presidência do Complexo de Ensino Superior do Brasil, a professora Wanda Camargo realizou um memorável discurso sobre a posição feminina nos tempos atuais, além de contextualizar a sua relação com as artes, em especial a fotografia – tema eleito para a palestra da edição deste ano.  “A fotografia constrói uma narrativa e revela não apenas sobre a imagem, mas carrega também a concepção do fotógrafo que a realizou. A mulher sempre teve destaque nas artes visuais, muito mais como objeto do que como protagonista ou realizadora. Contudo é uma realidade que vem mudando. Há muitas artistas mulheres e convidamos uma delas para dividir conosco suas experiências em uma palestra”, diz a professora. Wanda ainda complementa, “acreditoIMG_5691 que falo hoje por nós todas, que nos dedicamos as nossas famílias, mas jamais poderemos ser definidas apenas por isto e independente da convicção de quem quer que seja, que nos atribuiu o trabalho de fiscal de supermercados”, argumenta.

As homenageadas

Neste ano a grande homenageada com o troféu Mulher Paranaense 2017 foi Graciela Inês Bolzon de Muniz. A profissional que agrega em seu currículo, pós-doutorado em Educação à Distância e doutorado em Engenharia Florestal, é professora titular de Tecnologia Florestal da UFPR, pesquisadora CNPq, coordenadora de Pesquisas Nacionais e Internacionais e vice-reitora da UniveIMG_5505rsidade Federal do Paraná (UFPR). “Essa homenagem foi uma surpresa muito agradável e emocionante. Apesar de ter nascido na Argentina, adotei Curitiba como minha cidade. Metade da minha vida e também minha carreira é aqui no Paraná, por isso fico muito feliz em ter esse reconhecimento”, declarou à homenageada.

Leda de Oliveira Pinho foi a homenageada da comunidade acadêmica. Mestre em Direito Civil, pesquisadoraIMG_5509 de questões femininas e autora da obra “Princípio da Igualdade: investigação na perspectiva de gênero”, já atuou como juíza federal. “Fiquei muito honrada em fazer parte de um evento como este e estar entre as homenageadas. É um reconhecimento muito importante e que coloca o Paraná em destaque.

IMG_5526A Escola de Negócios homenageou Marcia Regina Munaro Pepino que está à frente da Lume Tecnologia. Administradora formada pelo UniBrasil e especialista no segmento de informação e inovação, oferece orientação no uso de TI para adolescentes, auxiliando no crescimento profissional. “Fiquei muito feliz por ser escolhida, pois são muitas as mulheres que se destacam na comunidade de negócios da região. O que mais me deixou realizada foi o fato de ter passado pelo UniBrasil como estudante de Administração. É um prazer enorme estar aqui novamente e significa também um reconhecimento da comunidade. Recebi muito prestigio de todos quando souberam que meu nome estava entre as homenageadas”, expõe Marcia.

A psicóloga clínica, Verônica Stasiak Bednarczuk de Oliveira, foi o destaque da Escola de Saúde. Verônica é especialista em análise do comportamento, fundadora e diretora geral do Instituto Unidos pela Vida – Fibrose Cística, e líder facilitadora pelo Instituto Ecossocial, além de gestora de projetos sociais. “Tenho uma parceria muito bacana com o UniBrasil e uma das professoras daqui me acompanha desde o início do projeto. Desde antes de ser diagnosticada com fibrose cística, ela me acIMG_5387ompanhou como aluna que sofreu muito com a falta do diagnóstico,que é exatamente o que tentamos combater hoje. É uma honra muito grande receber essa homenagem, pois é uma instituição que tenho muito carinho, e sinto muito orgulho em poder representar a área de saúde nesta noite”, diz a psicóloga.

IMG_5513

Elisabete França foi a homenageada escolhida pela Escola de Comunicação, Arquitetura e Design. Doutora em Arquitetura e Urbanismo é professora da Fundação Armando Alvares Penteado (FAAP) e Universidade de São Paulo (USP). Diretora de planejamento da Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano do Estado de São Paulo, coordenou projetos do Banco Mundial, BID e UM-Habitat em vários países. “Estou muito orgulhosa de ser homenageada neste evento. Primeiro, porque é um reconhecimento do trabalho das mulheres, e segundo, porque estou fora de Curitiba há muito tempo e sou lembrada na minha cidade de origem e que tanto admiro”, declarou a convidada.

IMG_5521A Escola de Educação e Humanidades escolheu Ivete Caribé Rocha neste ano. Especialista em Relações Internacionais, advogada, militante e voluntária de ONG’S como a Casa Latino Americana e ABAI, atuou na Comissão da Verdade. Segundo a profissional, a homenagem se estende a todas as mulheres que merecem o reconhecimento. “É um projeto muito importante e recebo a homenagem em nome de todas as companheiras e inúmeras mulheres do estado. O verdadeiro significado está justamente em lembrar de todas que foram e são batalhadoras e lutam pela democracia e direitos humanos. Essa homenagem é para todas nós que não se importam em dedicar o maior tempo de suas vidas para causas nobres”.

IMG_5516Já a Escola de Direito escolheu para ser homenageada a doutora em Direito, Ana Carla Harmatiuk Matos, professora de Direito Civil e de Direitos Humanos, vice coordenadora do programa de pós-graduação em Direito da UFPR e advogada militante com ênfase em Direito das Famílias e Sucessões. “É uma felicidade muito grande ser homenageada aqui no UniBrasil. Trabalhei aqui como professora e a Instituição faz parte da minha formação. Hoje recebo este prêmio que encaro como uma parabenização por toda a minha trajetória. No Direito as mulheres ainda sofrem, como em qualquer outra carreira. Em média a mulher jurista recebe menos que os homens. Nosso número nos tribunais também é menor”, relevou Ana.

IMG_5524Regina Maria Hartog Pombo Rodriguez foi à homenageada da Escola de Engenharias. Doutora em Engenharia, engenheira química, professora do curso de Engenharia Mecânica da UFPR, já foi coordenadora de curso, chefe de departamento e atualmente é vice-diretora do setor de Tecnologia da UFPR. “Fiquei bastante orgulhosa porque a mulher dentro da área ainda é um tabu e existe uma certa restrição em relação ao assunto. Gostaria de agradecer ao UniBrasil por este prêmio e ressaltar a importância do reconhecimento do trabalho feminino da engenharia”, disse a homenageada.

IMG_5533O nome escolhido para ser homenageado com o título “Amiga UniBrasil” é Janaína Lopes Gehr. Administradora da Regional do Boa Vista, a dentista já atuou também na administração dos bairros nas gestões de governo. “Me sinto muito honrada e orgulhosa por nós mulheres que conseguimos desempenhar nosso trabalho com reconhecimento e fazendo a diferença na vida das pessoas. Esse tipo de homenagem nos mostra que estamos no caminho certo”, conta Janaína.

Homenageadas Internas

IMG_5658O Projeto Mulheres Paranaenses também homenageia todos os anos mulheres que fazem parte da comunidade interna da Instituição. Os nomes são escolhidos por suas qualidades, entre elas, dedicação, simpatia, solidariedade e alegria. Em 2017 o tema é o olhar por meio da fotografia, nossas fotógrafas amadoras, aquelas que gostam de registrar sua visão pessoal do mundo através das fotos. Não importa se usam câmeras, celulares ou outro equipamento; a diferença se faz indo além dos “selfies”, olhando a natureza, os outros, os animais e detalhes da cidade.

IMG_5539Anne Caroline tem 20 anos e foi indicada pela Escola de Comunicação, Design e Arquitetura. Residente em Piraquara, trabalha no UniBrasil há dois anos, no atendimento das coordenações do Bloco 2; é filha da Rosangela que também trabalha na instituição e, como exemplo de honestidade e amor, é uma guerreira que criou as filhas sozinha. “Me senti muito honrada em ser escolhida e acredito que nos dias atuais, nos quais as mulheres continuam lutando pelos seus direitos, ser reconhecida no ambiente de trabalho é uma felicidade”, comemora.

IMG_5547O Instituto VEZ UniBrasil elegeu Ana Roseli Pedroso. Entre as mais recentes funcionárias do UniBrasil, adora seu trabalho e se sente extremamente realizada por trabalhar na instituição pela qual passaram seus três filhos. Gosta também de cuidar de sua casa, do jardim, é uma excelente cozinheira, e realiza trabalhos voluntários, como organizar o Natal da Vila Cleonice e encaminhar atendimentos na área de saúde, tanto de pessoas daqui de Curitiba e região metropolitana, quanto aquelas que vem do interior, carentes e necessitadas de orientação. “Me sinto muito feliz por ter sido escolhida mesmo estando pouco tempo na Instituição. Para mim é uma valorização profissional”, declara a homenageada.

IMG_5549Nathalia Popper Boeving tem 26 anos, trabalha no UniBrasil desde 2014 e foi indicada pela Secretaria Geral. É mãe de um menino de 5 anos, gosta de fotografá-lo como forma de mostrar a parceria e lealdade da relação com ele; também gosta de fotografar paisagens, mais precisamente céus e suas cores diversas. Tornou a fotografia um de seus hobbies prediletos, visto que sempre está a observar o que há ao seu redor e vê a fotografia como uma forma de eternizar o momento, tornando-o de um algo simples a uma lembrança bonita. Segundo ela, “é importante para todo mundo ter esse olhar voltado para as mulheres e me sinto muito honrada em estar aqui hoje”.

quartaA Escola de Saúde homenageou Renata Kloster Dezonet Da Silva. Renata é formanda de Psicologia, considerada excelente estudante e muito amiga de todos, tendo pretensão de seguir carreira em Psicanálise. Sua caminhada se completa com as viagens e a companhia do esposo Alysson. Gosta de se aventurar na fotografia urbana. Pela mesma escola Tatiane Grasiele Ferreira Santos foi indicada entre as Mulheres Paranaenses 2017. Curitibana, sempre buscou conquistar e realizar seus sonhos. Tem como principais hobbies, cozinhar, fazer artesanato e viajar.  Através de suas lentes gosta de registrar os momentos felizes com a família, com as amigas, em viagens e admirar a beleza natural das coisas e dos momentos mais simples, porém, inesquecíveis. “Ser homenageada perante toda a instituição me deixa muito feliz. É realmente um grande reconhecimento do trabalho que desenvolvo. Represento hoje inúmeras mulheres”, conta.

IMG_5600Durante as entregas das homenagens o aluno do curso de Engenharia Mecânica e artista, Rogério de Jesus Hultmann Filho, embalou a solenidade com canções tocadas ao som do piano.

Concurso de Contos

Após as homenagens, a escritora Dirce Doroti Merlin Clève, entregou as premiações e menções honrosas às vencedoras do Concurso de Contos Dirce Doroti Merlin Clève. Fizeram parte da comissão julgadora, os professores Jefferson Franco (presidente), Maura Oliveira Martins, Wanda Camargo (secretária), todos do UniBrasil Centro Universitário, Rosana Franco, professora da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG), e Dário Ferreira Sousa Neto, professor da Universidade Estadual do Paraná (UNESPAR – Campus Paranaguá).IMG_5579

Confira os cinco primeiros lugares:

1° lugar: “Peniel”, de Gabriela Ribeiro, pseudônimo Kate Gomperpt.

2° lugar: “Pupillomancia”, de Natasha Fernanda dos Santos Zanetti, pseudônimo Zemina.

3° lugar: “Do lado de lá”, de Andressa Barrichello, pseudônimo Coralina.

4° lugar: “O chiqueiro”, de Suelen Ariane Campiolo Trevizan, pseudônimo Geórgia Kor.

5° lugar: “Dar à luz e então sondar num átimo de abismo […] a própria escuridão”, de Gabriela Ribeiro, pseudônimo Kate Gomperpt.

Palestra

IMG_5649A fotógrafa e professora Izabel Liviski foi a responsável por conduzir a palestra da noite. Doutora em Sociologia pela UFPR, foi a primeira mulher a ser admitida como fotógrafa no jornal Gazeta do Povo, onde trabalhou por 12 anos. Pesquisadora sobre questões da imagem ligadas a temas sociais, como presídios, comunidades socialmente vulneráveis, direitos humanos e inclusão visual, Izabel discorreu sobre a presença feminina desde os primórdios da fotografia, as dificuldades em passar de meros retratos para fotógrafas de fato.

“A mulher é o sexo frágil e belo para ser mostrado na fotografia, visto como um troféu. A mulher até meados do século XX teve seu comportamento normatizado, desde a postura até a forma de falar e, principalmente, o olhar. Essa é uma grande distinção já que a mulher era para ser vista, admirada, e não olhar diretamente. O homem olha frontalmente, enquanto a mulher olha de forma oblíqua e borrada”, diz a palestrante que, ao longo do discurso, apresentou diversas fotografias de referência para ilustrar a trajetória da fotografia.IMG_5620

Posted in NOTÍCIAS.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *