UniBrasil no Colégio Estadual Leôncio Correia

Na noite de 15 de maio, atendendo ao convite da coordenação pedagógica do Colégio Leôncio ao UniBrasil Centro Universitário, a professora Wanda Camargo ministrou uma palestra sobre o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) para os estudantes do terceiro ano do ensino médio, onde abordou também temas relacionados ao processo seletivo à política de acesso ao financiamento estudantil.

A palestra da professora foi acompanhada também por professoras e estagiárias de Pedagogia.

Durante sua exposição, foram abordados os critérios de seleção para a concessão de bolsas de estudo dos programas PROUNI (Universidade para Todos) e FIES (Fundo de Financiamento ao Estudante do Ensino Superior), que tem sido utilizado por várias instituições de ensino superior como complemento, ou etapa única de seus vestibulares. A concepção pedagógica das provas e os conteúdos trabalhados de modo que o estudante possa demonstrar seu domínio expressivo, ou seja, utilização da norma culta da língua portuguesa, das linguagens matemática,científica e, ao menos, uma língua estrangeira, evitando-se o recurso a conceitos meramente decorados, foram a ênfase do encontro. Wanda destaca, “através da resolução de exercícios de provas anteriores, procuramos demonstrar que os testes têm sido razoáveis, avaliando com pertinência os conhecimentos e habilidades básicos esperados de um concluinte do ensino médio”.

A assistente social Ana Roseli Pedroso realizou um sorteio de livro ao final do evento.

O Colégio

Leôncio Correia, nascido em Paranaguá, foi um advogado, jornalista, escritor e político brasileiro, e é a personalidade homenageada pelos fundadores do Colégio. Leôncio exerceu os cargos de diretor da Instrução Pública do Rio Janeiro, diretor do Colégio Dom Pedro II, diretor da Imprensa Nacional, diretor do Instituto de Educação do Rio de Janeiro ocupou o cargo de  deputado federal e estadual pelo estado do Paraná.

Pioneiro em homenagear o dia da Bandeira, publicou muitos livros, além de ser membro da Academia Paranaense de Letras, do instituto Histórico e Geográfico do Paraná, assim como da Academia Carioca de Letras.

Em 31 de março de 1955, a nova sede da Escola do Bacacheri, fundada na década de 1940, foi concluída com projeto arquitetônico concebido no governo de Moysés Lupion, em estilo neocolonial e a clássica configuração em “U”, com telhados e beirais proeminentes e vãos com molduras em arco abatido, conforme usual na época. O Colégio é um dos mais tradicionais de Curitiba, e conta com muitos de seus egressos que estudam  no UniBrasil atualmente.

Posted in NOTÍCIAS.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *