Tudo que você precisa saber sobre a carreira de Enfermeiro Obstetra

O curso de Enfermagem se desmembra em diversas especializações, entre elas a obstetrícia a qual iremos falar no conteúdo de hoje. A obstetrícia é uma área da medicina que cuida da mulher durante a gravidez. O cuidado se dá durante o período gestacional, no momento do parto e após o nascimento da criança.

O enfermeiro obstetra é responsável por cuidar e atender mulheres durante a gestação. O profissional que se especializa nessa área aprende a analisar e identificar situações que podem interferir na vida da mãe e da criança. O enfermeiro especializado em obstetrícia é considerado o braço direito do médico obstetra. O profissional de enfermagem investiga os problemas do paciente e, juntamente com o médico, busca e realiza soluções.

Quando surgiu a profissão

A prática desta profissão é bem antiga. A obstetrícia em si, teve origem no conhecimento de mulheres que realizavam partos anos atrás, as chamadas parteiras. Com o desenvolvimento da medicina e a possibilidade da realização de procedimentos cirúrgicos para diminuir ou solucionar problemas, nas mães e nas crianças, durante o parto, surge a necessidade do enfermeiro obstetra.

O enfermeiro obstetra é responsável por todo o processo da gravidez que envolve a mãe e a criança.

Com esta evolução, este profissional de enfermagem passou por diversas denominações, como parteira, obstetriz e enfermeira obstetra. Hoje, existe um termo ainda mais recente e alguns especialistas lutam para substituir o temo “Enfermagem Obstetra” por “Enfermagem Perinatal”.

Funções do Enfermeiro Obstetra

Este profissional, durante a especialização, estuda a saúde da mulher não apenas durante o parto, por isso ele é responsável por orientá-las, direcionando a todos os cuidados que elas devem ter antes, durante e depois da gestação.

O enfermeiro obstetra tem a função de examinar a gestante, verificar as contrações e demais alterações do organismo da mulher durante o parto. O profissional presta assistência à equipe médica, podendo participar dos partos de forma ativa. Durante o pós-parto, o enfermeiro é responsável por auxiliar a mãe nos cuidados que devem ser tomados para que seu corpo volte as condições normais. Além de orientar a mulher nos cuidados com o recém-nascido.

Também é função deste profissional liderar os trabalhos de enfermagem do seu setor, direcionando, aconselhando, motivando e realizando as ações de assistências com qualidade. Ele deve cumprir e fazer com que os demais profissionais cumpram as normas e procedimentos padrões do serviço de enfermagem e da instituição em que trabalham.

Mas o Enfermeiro Obstetra pode realizar partos?

Com a autorização do Ministério da Saúde, o enfermeiro obstetra é habilitado a conduzir partos desde que seja de forma natural, ou seja quando não há necessidade de intervenção cirúrgica. O profissional deve estar atento caso haja qualquer alteração e complicação no quadro da paciente, ocorrendo algo deve acionar uma equipe médica para atendimento de emergência.

É função do enfermeiro obstetra na hora do nascimento da criança, orientar a mãe a encontrar a melhores e mais confortáveis posições para o trabalho de parto, mostrar a forma correta de respiração, além de propor e realizar medidas que podem aliviar as dores como massagens e banhos.

Áreas de atuação e mercado de trabalho

Existem diversos programas de incentivo para realização de partos normais no Brasil, além da conscientização quantos os benefícios em evitar procedimentos cirúrgicos. Isto faz com que o mercado de trabalho para enfermeiros obstetra esteja em alta. O profissional de enfermagem obstetra pode atuar em:

– Postos de saúde

– Hospitais

– Maternidades

– Clínicas

– Universidades

– Laboratórios de diagnóstico

O enfermeiro obstetra também pode fazer uma residência em enfermagem. A residência traz diversas vantagens para o profissional, como o aprendizado prático e teórico e ótima remuneração. Além de ser uma das qualificações mais importantes para os profissionais da Saúde.

Perfil Profissional

Como vimos, o enfermeiro obstetra é responsável por todo o processo da gravidez que envolve a mãe e a criança. Confira abaixo três características que o profissional precisa ter para seguir essa carreira:

– Possuir resistência física e mental

A resistência é característica fundamental para o enfermeiro, visto que não é um trabalho simples. Muitas vezes o profissional não tem tempo para tirar suas pausas e descansar como deveria.

– Ter empatia

Não é só o conhecimento cientifico e técnico que são importantes para garantir uma assistência de qualidade para os pacientes. Umas das principais características que o profissional dessa área deve ter é empatia, já que ele será responsável por tratar não uma, mas duas vidas, em um momento tão delicado que é a gravidez.

– Consciência do papel humanizador

Muito se discuti sobre a humanização dos processos médicos durante a gestação. O Enfermeiro Obstetra tem um papel fundamental nesta questão, pois ele vai tratar a mulher do momento em que ela descobre a gravidez até alguns meses depois do nascimento da criança.

Primeiro passo para se tornar um Enfermeiro Obstetra

O enfermeiro obstetra estuda a saúde da mulher não apenas durante o parto, por isso ele é responsável por orientá-las, direcionando a todos os cuidados que elas devem ter antes, durante e depois da gestação.

Antes de qualquer especialização, seja em obstetrícia ou qualquer outra área, é necessário cursar uma faculdade de enfermagem. Aqui no UniBrasil, a graduação tem duração de 4 anos, no período da manhã, e 5 anos no período da noite.

O profissional se forma para atuar com promoção de saúde, prevenção de doenças, auxilia no tratamento e reabilitação das pessoas, buscando sempre uma melhor qualidade de vida para a sociedade. As principais disciplinas do curso são de áreas biológicas, com práticas utilizadas no dia a dia do profissional. Mas também possui matérias teóricas como Ética e cuidados que devem ser tomados com o paciente.

Os alunos do UniBrasil possuem muitas disciplinas práticas, assim podem desenvolver melhor o que aprendem em sala de aula. Na disciplina de Estágio Curricular Supervisionado, por exemplo, os acadêmicos puderam participar de Campanha de Imunização contra o Sarampo e Influenza, organizada em conjunto com o Conselho Regional de Enfermagem e a Secretaria Municipal de Saúde de Curitiba. (link)

O curso de enfermagem do UniBrasil possui laboratório exclusivo para os alunos do curso com materiais e equipamentos novos. Além disso, as aulas são ministradas por professores mestres e doutores qualificados e atuantes no mercado de trabalho.

Quer saber mais sobre este curso? Entre no link e confira mais informações.

Postado em BLOG, BLOG HOME DESTAQUE, BLOG PÁGINA DESTAQUE e tagged , , , , , , , , .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *