ESCOLA DE SAÚDE

A região metropolitana de Curitiba teve um crescimento populacional muito grande desde a década de 70. Preocupada com esse crescimento, que poderia ocorrer de forma desordenada, Curitiba busca, desde 1993, soluções inovadoras para seus problemas ambientais e de saúde, pois a cidade apresenta problemas sociais próprios do processo de metropolização, agravados pelos reflexos da crise mundial crônica e das estratégias econômicas de enfrentamento da crise pautadas por princípios neoliberais.

Essa realidade põe em foco a urgência de formar profissionais com visão crítica e capacidade propositiva, frente à necessidade de se realizar trabalhos de conscientização e preservação ambiental e de prevenção e manutenção da saúde pública, levando em consideração as características e necessidades de cada comunidade para um desenvolvimento urbano com respeito à fauna e flora da região, assim como de suas práticas culturais interligadas à qualidade de vida.

A formação profissional deve propiciar uma capacitação teórica, metodológica e ética, como requisito fundamental para o exercício de atividades técnico-operativas, com vistas à:

  • Apreensão crítica dos processos sociais numa perspectiva de totalidade;
  • Análise do movimento histórico da sociedade brasileira, com atenção às particularidades do desenvolvimento do país;
  • Compreensão do significado social de cada profissão e de seu desenvolvimento sócio-histórico, nos cenários internacional e nacional, desvelando as possibilidades de ação contidas na realidade;
  • Identificação das demandas presentes na sociedade, visando formular respostas profissionais para o enfrentamento dos problemas ambientais e de saúde, resultantes do desenvolvimento urbano;
  • Construção coletiva de conceitos e conteúdos com perspectiva investigativa;
  • Inserção do profissional qualificado no mercado de trabalho, favorecendo o desenvolvimento econômico e social da comunidade.

Disso decorre a necessidade concreta de se criar uma Escola de Saúde que possibilite a formação de profissionais que possam formular ideias para um desenvolvimento urbano sustentável, respeitando o meio ambiente e preservando a qualidade de vida.

Visualiza-se o profissional comprometido com a melhoria da qualidade de vida da população, capaz de desenvolver atividades à luz dos preceitos éticos, voltado para a prestação de serviços à comunidade, competente em sua área de desempenho, generalista em sua formação intelectual e cultural, munido de um acervo amplo de informações, com capacidade de diagnosticar rapidamente a realidade em um mundo cada vez mais globalizado.

Nesta perspectiva, o Centro Universitário Autônomo do Brasil - UniBrasil busca formar profissionais com sólida formação básica, valorizando a orientação científica, a integração entre a teoria e a prática e o conhecimento do homem, da cultura e da sociedade. Essa formação acadêmica possibilitará atuar nas mais diversas áreas da pesquisa básica e aplicada em institutos de pesquisa, órgãos governamentais e empresas públicas e privadas, tendo competência para planejar, executar, orientar e avaliar as ações em Ciências Biológicas e da Saúde.

A Escola buscará:

  • Formação de profissionais com competência técnico-científica e comprometido com a resolução dos problemas relacionados à recuperação, prevenção e manutenção da saúde da população;
  • Formação de profissionais aptos para atuarem em equipes multiprofissionais com uma visão integrada do processo saúde-doença;
  • Priorização das questões ambientais dando ênfase aos ecossistemas naturais e urbanos, bem como o papel do homem no ambiente;
  • Sólida formação básica para o estudo e disseminação de conhecimentos no processo de promoção e melhoria da qualidade de vida;
  • Consciência ética e profissional;
  • Reconhecimento das relações de trabalho e de suas influências no meio ambiente;
  • Comprometimento com os investimentos voltados à solução de problemas sociais;
  • Identificação de fontes, busca e produção de conhecimentos para o desenvolvimento da prática profissional;
  • Desenvolvimento da capacidade de participação e utilização de pesquisas e outras produções de conhecimento que objetivem a qualificação da prática profissional;
  • Compreensão dos códigos éticos, políticos e normativos da profissão como baliza de sua prática;
  • Interferência na dinâmica de trabalho institucional, reconhecendo-se como agente deste processo;
  • Capacidade de apresentar propostas criativas e inovadoras em seu campo de atuação.

Contato: (41) 3361-4252

CONHEÇA NOSSOS CURSOS:

BACHARELADO EM EDUCAÇÃO FÍSICA

BIOMEDICINA

ENFERMAGEM

ENGENHARIA AGRONÔMICA

FARMÁCIA

FISIOTERAPIA

MEDICINA VETERINÁRIA

NUTRIÇÃO

PSICOLOGIA

NOTÍCIAS RELACIONADAS

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Palestra de Psicologia desperta as competências socioemocionais dos estudantes

Coordenadora de Psicologia do UniBrasil ministra palestra aos estudantes do terceiro ano da Guarda Mirim ...
Leia Mais

Docente de Psicologia lança livro que dialoga com os pensamentos de Morin e Vigotski

A obra é voltada a professores, estudantes e pesquisadores. O trabalho tem como tema central ...
Leia Mais

Lugar de mulher é no laboratório, realizando pesquisa científica

Egressa de Biomedicina desenvolve tese de doutorado voltada para o tratamento de doenças inflamatórias intestinais ...
Leia Mais

Discentes de Psicologia publicam artigo na revista do CRP/PR

O artigo publicado discorre sobre a questão ética na formação do profissional psicólogo A revista ...
Leia Mais

Professora de Biomedicina comemora 10 anos no UniBrasil

Em momento nostálgico, docente recorda a trajetória acadêmica e profissional que trilhou no Centro Universitário ...
Leia Mais

Egressa em Psicologia é aprovada no Mestrado da UTFPR

Incentivo de professora, desperta o desejo de Talita Ferreira pela pesquisa; interesse este que surgiu ...
Leia Mais