Curso de Psicologia realiza evento sobre a Luta Antimanicomial

O curso de Psicologia do Centro Universitário (UniBrasil), promoveu na noite de quinta-feira (17/05), um evento sobre a Luta Antimanicomial no Brasil. O movimento é comemorado no dia 18 de maio, e tem como principal objetivo, a luta contra situações que ferem os direitos humanos de pessoas com algum tipo de transtorno psíquico.

O evento aconteceu no auditório Cordeiro Cleve, no Bloco 6, às 19 horas. Durante o acontecimento, os alunos de psicologia realizaram algumas apresentações em forma de exposições, músicas e vídeos. Um debate sobre o tema também foi abordado.

Segundo a coordenadora do curso de Psicologia, Graciela Sanjutá Soares Faria, a Luta Antimanicomial é um trabalho constante na busca por mudanças em prol a saúde mental. “O nosso intuito é atender, escutar e acolher da melhor forma essas pessoas. E para isso, realizamos esse evento a fim de debater essa questão”.

Além das apresentações dos trabalhos dos alunos, ao longo do evento, o curso de Psicologia aproveitou a oportunidade para homenagear as pessoas que fizeram parte do Centro Acadêmico de Psicologia.

Egressos que fundaram o Centro, juntamente com os atuais membros foram homenageados. Já os alunos que tiveram o maior empenho na avaliação multidisciplinar de aprendizagem também receberam um reconhecimento pelo mérito acadêmico.

A conselheira do Conselho Regional de Psicologia do Paraná (CRP-PR), Semiramis Vevovatto, foi uma das convidadas do evento e falou sobre o assunto. “Esse evento é uma oportunidade para que possamos fazer uma reflexão sobre como nós profissionais da saúde podemos lidar com o sofrimento mental sob outra ótica, na linha de prevenção, numa assistência que privilegie a liberdade, o respeito e a individualidade de cada um”, disse.

Semiramis parabenizou a iniciativa do UniBrasil. “É louvável estar aqui com os estudantes para que possamos realizar um debate aprofundado sobre o tema que irá ajudar na formação profissional dos alunos, futuros psicólogos”.

Segundo a professora Adriane Wollman, uma das organizadoras do evento, a Luta Antimanicomial é um progresso para resgatar os direitos dos portadores de transtorno mental.

“Durante muito tempo essas pessoas ficaram trancadas dentro de manicômios sob a desculpa de que estavam sendo tratadas. Nesses locais os tratamentos eram desumanos e não visavam uma efetiva recuperação e reabilitação social. Em dezembro deste ano, completamos 30 anos da Carta de Bauru, um dos primeiros movimentos da reforma psiquiátrica onde se resgata a questão da humanização nos tratamentos”, contou.

Todos os conteúdos do evento foram trabalhados em sala com os alunos.

LUTA ANTIMANICOMIAL – É um movimento mundial contra a segregação de pessoas com transtorno mental nos manicômios. Na década de 1970 a causa ganhou força no Brasil.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Postado em ESCOLA DE SAÚDE, NOTÍCIAS, PSICOLOGIA e tagged , , , .

UniBrasil Centro Universitário

Ver post porUniBrasil Centro Universitário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *