II Encontro Mulheres em Ação conta com palestra de professora do UniBrasil

Neste 15 de outubro pela manhã, a convite da Regional Campos Gerais do Conselho Paranaense de Cidadania Empresarial (CPCE) a professora Wanda Camargo realizou palestra em Ponta Grossa, no II Encontro Mulheres em Ação, evento que contou com a presença de conselheiras das indústrias, sindicatos, universidades, organizações sociais e lideranças locais.

Este ano as participantes Aline Czezacki, que trabalha no Programa das Nações Unidas sobre HIV/AIDS, discorreu sobre sua trajetória e a importância do esclarecimento sobre o tema; e Elizane Dimbarre falou sobre a importância do intraempreendedorismo, seu conceito e oportunidades de aplicação. A professora Wanda apresentou o Projeto Mulheres Paranaenses, que por meio da valorização da atuação feminina nas mais variadas áreas, empresariais, educativas, comerciais, artísticas e outras, destaca o trabalho da mulher na construção do Paraná e o posicionamento do UniBrasil quanto à questão de gênero.

O Mulheres em Ação procura a troca de experiências e o fortalecimento da atuação feminina na área de negócios, apresentando também um programa cultural que favoreça a troca de contatos e o estabelecimento de parcerias.

O CPCE

Atualmente mais de 300 empresas participam do CPCE (http://www.fiepr.org.br/cpce/),  que representa forma inovadora de pensar a indústria, ao levar  em conta o bem estar da comunidade.

Fundado na Federação das Indústrias do Paraná FIEP – PR em 2004, o CPCE foi criado para constituir-se numa organização articuladora para o tema sustentabilidade, além de ser núcleo orientador sobre investimentos neste campo, apoiando a formação de empresários mais conscientes e comprometidos. Representa um catalisador de ideias, reunindo necessidades e interesses do segmento industrial em responsabilidade social corporativa, direcionando esforços na execução de projetos socioambientais.

 

Entre os seus objetivos estratégicos estão:

  1. Promover a transferência e incorporação de conceitos relacionados à responsabilidade socioambiental corporativa;
  2. Apoiar mecanismos inovadores de governança que criem valor de cidadania empresarial no Estado; com prioridade aos direitos humanos, relações trabalhistas, meio ambiente e corrupção;
  • Influenciar políticas públicas que promovam o desenvolvimento sustentável.

Texto: Wanda Camargo

Postado em NOTÍCIAS, NOTÍCIAS EM DESTAQUE e tagged , , , , .

UniBrasil Centro Universitário

Ver post porUniBrasil Centro Universitário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *