IV Concurso de Contos Dirce: inscrições vão até  dia 22

O concurso é aberto a jovens autoras e já está em sua quarta edição, iniciando suas inscrições, mediante a entrega de contos originais e inéditos, a partir de 09 de janeiro, e encerrando-as em 22 de fevereiro de 2018. No site estarão disponíveis as normas deste concurso literário voltado a mulheres entre 18 e 35 anos.

Literatura é uma atividade quase sempre solitária, o processo da criação, da inspiração, da transpiração, da recriação, da revisão, tudo que envolve o ato de produzir um texto satisfatório ao autor é prazeroso e único. Depois vêm as críticas, de amigos e parentes, de conhecidos e desconhecidos, e a mais importante: a autocrítica. Muitas obras jazem em gavetas e arquivos e podem jamais vir a público por receio de abandonar a zona de conforto, de enfrentar esta que talvez seja uma experiência dolorosa, publicar.

Nos três anos de existência do Concurso, tivemos o imenso prazer de receber centenas de contos, alguns excepcionalmente bons, mas todos reveladores dos sonhos, anseios, pequenas alegrias e dificuldades enfrentados pelas jovens atualmente.

Todos foram lidos, todos foram avaliados com seriedade e profissionalismo, e todas as autoras mereceram nosso respeito pelo trabalho e pela coragem de enfrentar o público, de dividir com o mundo o que criaram.

    Nomeando o concurso, e acreditando profundamente na necessidade feminina de maior espaço nas Letras brasileiras, a professora Dirce Clève concedeu à comissão organizadora a seguinte entrevista:

Na sua visão, o Concurso de Contos que a homenageia cumpre o papel de revelar e estimular jovens escritoras?

 – Certamente sim, dado o interesse demonstrado pelo Concurso e o ótimo número de inscrições. A principal razão considerada pelas participantes é a grande oportunidade de concorrer com outras candidatas, tão jovens quanto elas. É uma oportunidade única de poder colocar seus sentimentos e sua visão do mundo em palavras que poderão ser lidas por pessoas de outro universo.

É importante que mulheres escrevam? Por quê?

 – Importante sim, pois o que se escreve permanece e pode ser comentado por um grande número de leitores, tanto familiares como amigos, colegas de estudo ou de trabalho e até desconhecidos. São opiniões, sentimentos e sonhos que se perpetuam, dispersando o pensamento de cada escritora. Na literatura, ao se manifestar em uma crônica, um conto, um poema, a escritora não aborda somente temas como amor, saudade, perdas, lembranças, mas também pode apontar as mazelas, as dificuldades, injustiças, erros que afetam a vida das pessoas, constituindo um alerta para nossos governantes.

Além de escritora, a senhora tem tido um papel de destaque como soroptimista. Qual a importância desta atividade?

 – Soroptimist International é uma organização que tem como foco principal a PROMOÇÃO de MULHERES E MENINAS, considerando a discriminação que elas enfrentam no setor gênero, tão discutido atualmente, com mais encargos e horas de trabalho, salário inferior ao dos homens e, na educação, prioridade para os meninos. Perda de status no emprego em função da maternidade, que ocasiona um período grande de afastamento.

Esta missão que me levou a conhecer e trabalhar com Soroptimistas de vários lugares, com diferentes idiomas e costumes, cada uma lutando pelo mesmo ideal, enriqueceu e abriu meus horizontes e hoje: “Sou Soroptimista – Simples Assim”, com muito orgulho.

A senhora tem uma extensa lista de serviços prestados, obras realizadas e uma bela família. O que falta realizar?

– Acreditar que um dia o BRASIL seja um país sério, progressista com grandes investimentos em EDUCAÇÃO.

Fala-se muito no “fim do livro”. Como escritora laureada, como vê a possibilidade da substituição do livro em papel por sua versão digital?

 – Como muitos editores, autores e intelectuais, acredito que o LIVRO em PAPEL, assim como o jornal e os livros infantis ainda têm uma longa vida – ler com um bom livro na mão é mais do que um passatempo, pois ele repassa para o leitor encantamento, profundos sentimentos, calor humano, segurança, e alegria – “Alguém escreveu para você”, palavra por palavra, e isto não é fenomenal?

O resultado do Concurso será publicado no site do UniBrasil até as 18 horas do dia 28 de fevereiro de 2018, e no dia seguinte, durante o evento Mulheres Paranaenses, os prêmios e certificados serão entregues pela própria professora Dirce, ela também uma trabalhadora incansável pela valorização do talento feminino.

Texto: Wanda Camargo

Postado em GRADUAÇÃO, NOTÍCIAS e tagged , , .

UniBrasil Centro Universitário

Ver post porUniBrasil Centro Universitário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *