Mulheres Paranaenses – homenagem do UniBrasil a mulheres repletas de energia para o trabalho

 

Este slideshow necessita de JavaScript.

Em 21 de março de 2019, às 19 horas no Auditório Cordeiro Clève, como já se tornou uma tradição no Mês da Mulher, o UniBrasil Centro Universitário homenageará mulheres que, com seu trabalho, empenho e dedicação auxiliam na construção do Estado do Paraná, com a realização de mais um Projeto Mulheres Paranaenses.

Nesta data, em que serão contempladas trabalhadoras de destaque em variadas atividades: artistas, empresárias, professoras, políticas, ativistas, todas profissionais de sucesso e importantes para o Paraná e o Brasil, a meta é pontuar a importância de todas as mulheres através destas representantes, e mostrar suas práticas laborais, de cultura, lazer e solidariedade. Cada Escola faz uma indicação de homenageada externa à instituição dentro de sua área de conhecimento.

A comunidade acadêmica também indica seis mulheres do UniBrasil, dentre professoras, alunas e funcionárias. A meta é pontuar a importância de todas as mulheres através destas representantes, e mostrar suas práticas de cultura, lazer e solidariedade.

Em 2019 o foco foram as mulheres repletas de energia para o trabalho.

Serão homenageadas no evento:

Adriana Pires Heller – Advogada atuante na área trabalhista. Especialista em Direito do Trabalho, professora de graduação no UniBrasil. Professora de Pós-Graduação na Escola da Magistratura Trabalhista do Paraná e de Cursos Jurídicos.

Iniciou sua careira de advogada na área cível, mas hoje está na área trabalhista, na qual descobriu seu amor pelo Direito do Trabalho e paixão pela docência. Está no UniBrasil há 10 anos e afirma que se sente realizada cada dia que entra na sala de aula e cumpre com alegria e muita devoção o ofício de ensinar; diz que o mais importante para um professor é a entrega, a dedicação e o comprometimento, ensinamentos que hoje também aplica no desempenho da advocacia.

Como a maioria das mulheres, tem dificuldade de conciliar a vida pessoal e profissional, mas tem o privilégio de ter filha, Gabriela, e mãe, Maria Helena, às quais dedica toda atenção, afeto e cuidado. Segundo ela, não é adepta de práticas esportivas, “algo que sempre prometo mudar, mas nunca consigo cumprir”. Como hobbies tem duas grandes paixões: cinema e leitura.

Adriana declara acreditar no futuro da educação e na sua importância para a sociedade, e ao término de cada semestre letivo recomenda aos alunos: “antes de mais nada sejam felizes naquilo que escolherem fazer na vida profissional. Descubram a sua vocação, pois o sucesso é o resultado de uma atividade desenvolvida com amor e dedicação. Estudem muito, corram atrás da incansável busca pelo aprendizado. O mercado exige cada vez mais do profissional e aquele que se acomoda não alcançará seus objetivos”.

Eliana Patrícia – Professora de Educação Física, especialista em educação paraolímpica, gestora do projeto Ampliar de natação para deficientes do UniBrasil, profunda conhecedora da área e referência no Paraná e Brasil.

É idealizadora e executora do Projeto Ampliar, com o qual foi eleita pela Revista Top View o “Educador Universitário do Ano de 2018”, também instrutora de paratletas, tendo já ganhado diversos prêmios em competições. A professora Eliana é uma referência quando o assunto é a prática de atividades físicas para pessoas com deficiência; formada em educação física e com especialização em educação especial e inclusiva e desporto paraolímpico, ela trabalha com esse público há 25 anos.

E todo o conhecimento que adquiriu ela hoje transfere para os acadêmicos do Centro Universitário UniBrasil, nas aulas teóricas e na prática do Projeto Ampliar, que tem como objetivo principal – por meio da natação – a reabilitação, a preparação paradesportiva e a inclusão social de pessoas que possuem algum tipo de deficiência. E, ao mesmo tempo, envolve os acadêmicos da área, sendo uma oportunidade para eles adquirirem conhecimentos especializados.

Eliana se deu conta de que faltava aos futuros profissionais de educação física a vivência nesse tipo de atendimento. “Percebi que precisava unir a teoria à prática. Eu falava da deficiência e isso parecia muito vago para os alunos”, relembra.

Hoje, o Projeto Ampliar atende 135 pessoas com deficiência. “O mais importante para um professor é saber que, apesar de tudo, apesar das dificuldades, é possível deixar uma sementinha no coração de cada aluno. Ele pode replantar a questão da inclusão e ir modificando a sociedade aos poucos”, enfatiza.

Laila Mariana Paulena Macedo – Advogada da área trabalhista e previdenciária, especialista em Direito e Processo do trabalho. Professora de graduação no UniBrasil, e curso preparatório para a Ordem dos Advogados do Brasil PR.

Segundo a professora, “O UniBrasil, de tantas outras instituições que conheço, é uma das únicas que executa realmente a autonomia de cátedra do professor e isso é um dos motivos que me manteve até hoje na instituição. Sobre a estrutura seus jardins são maravilhosos, e como sou adepta da prática de meditação, sempre que posso escolho um lugarzinho tranquilo para poder respirar e sentir a natureza exuberante que é cultuada no campus”.

“Gosto de ler livros motivacionais, fazer academia e andar de bicicleta, para conciliar com a profissão, busco fazer a academia logo cedo, fins de noite leio pelo menos um capítulo de alguns dos livros que sempre tenho de cabeceira, e aos fins de semana faço passeios de bicicleta pelos lindos parques de Curitiba”, diz ela. No momento atual vê uma grande transformação, que gera a necessidade profissional se manter atualizado, e também ser um agente de mudança, pois a própria interpretação da lei depende dessa atitude proativa.

Aos jovens ainda em formação, ela recomenda: “aconselho aos aspirantes à profissão na área jurídica que tenham em mente que o direito vai além dos livros, o direito é vivência, experimentação, e embora haja interpretações divergentes, como operadores jurídicos devem sempre lutar para que a justiça prevaleça, seja no âmbito do litígio mesmo, mas também no âmbito acadêmico, quando estiverem escrevendo seus artigos científicos, por exemplo. Acresço que toda a dinâmica do direito nos faz sempre buscar novos horizontes e novos conhecimento e isso os tornará profissionais diferenciados”.

Rachel Schettert De Camargo – Fisioterapeuta, professora responsável da área na Clínica Integrada de Saúde e também coordenadora da Central de Estágio do UniBrasil. Tem uma clínica, com atendimento de Fisioterapia e Terapia Ocupacional.

A professora Rachel trabalha na instituição desde 2010, e atualmente é docente do curso de Fisioterapia, e também já atuou nos cursos de Educação Física e Biomedicina. “Sou professora das Disciplinas de Biofísica, Biomecânica e Cinesiologia, Eletrotermofototerapia, Fisioterapia em Reumatologia, Fisioterapia Ortopédica e Fisioterapia Traumato-Ortopédica e Desportiva. Atualmente sou coordenadora da Central de Estágios da UniBrasil, e professora responsável pelo serviço de Triagem do curso de Fisioterapia”.

Além da docência, atua como fisioterapeuta especializada em Reeducação Postural Global, Fisioterapia em Reumatologia e Fisioterapia Ortopédica e Desportiva, e pratica atividade física regulamente (6 vezes na semana).

Conciliar as atividades profissionais, com a vida pessoal é considerado por ela um pouco cansativo, porém muito gratificante, “porque conseguimos buscar e nos fortalecer como pessoas; a prática regular de exercícios nos fortalece e nos renova a cada instante, para que possamos seguir em frente”.

“O mercado de trabalho na fisioterapia é muito promissor, pois a profissão está em expansão. O reconhecimento profissional existe para aqueles que se dedicam ao cuidado e ao respeito ao semelhante. Esse é o segredo da prosperidade na Fisioterapia, e recomendo aqueles que procuram a formação: muita dedicação, muito estudo e muito respeito aqueles que nos procuram para aliviar as suas dores e as suas limitações”.

Funcionária: Karina dos Santos – Cursando bacharelado em Administração no UniBrasil, trabalha na instituição há pouco mais de 4 anos, começou como secretaria de bloco e aproveitou as oportunidades de aprendizagem dentro da área administrativa, atualmente é assistente da Pró Reitoria Acadêmica (PROGRAD).

“Sou uma pessoa que gosta muito de trabalhar e principalmente de fazer o melhor naquilo que faço, mas é ótimo também ter meus momentos longe do trabalho. Assim, amo ouvir música e tudo que está relacionado a ela, tenho paixão por filmes e séries”.

Karina diz ter a administração como uma descoberta, uma área com um campo gigantesco, pois hoje em dia o conhecimento da administração precisa ser aplicado na maioria das empresas se não em todas, sempre existe uma oportunidade; sabe disso porque viveu essas experiências ao ter oportunidade para desenvolver suas habilidades na área e logicamente crescer com isso. “Acho que temos que sempre pensar que tudo que aprendemos é um ganho de conhecimento, independente da área profissional que iremos atuar”.

A professora Lilian Pereira Ferrari, Reitora do UniBrasil Centro Universitário com a qual Karina trabalhou e ainda trabalha com bastante proximidade, declarou: “A Karina é uma jovem extremamente dedicada e competente. Ela é proativa e determinada, não se acomoda e nem desanima frente a obstáculos, muito pelo contrário sente-se estimulada a buscar as soluções conectando e integrando informações dos setores da instituição. É uma joia rara que abrilhanta o trabalho da PROGRAD. Mesmo sendo tão jovem nos traz importantes lições. Para mim foi um orgulho trabalhar com a Karina”.

Aluna: Pamela Jeane Vaz Ribeiro – É formada em Secretariado Executivo e em Comércio Exterior, cursa o 10º período de Psicologia do UniBrasil.

Desde 2016 é estagiária de Psicologia no CAPS I da Prefeitura Municipal de Campina Grande do Sul/PR e seu primeiro contato com a psicologia foi no curso de secretariado. “Quando a oportunidade surgiu, eu sabia que minha graduação em psicologia seria no UniBrasil, pois já conhecia de perto a dedicação de professores e mestres e o trabalho da instituição em escolher os melhores profissionais para compor o corpo docente. A influência e engajamento nos eventos voltados para área de psicologia contribuiu ainda mais para fortalecer a minha escolha. Além desses motivos o UniBrasil tem fácil localização, apresenta excelente estrutura física e amplo estacionamento”.

Ela se sente segura quanto ao exercício da profissão, sabendo que haverá desafios, principalmente no início da carreira, mas sempre me sentiu amparada pela Instituição nesse sentido, e durante toda a graduação foi sendo preparada para esse dia. “Diversos contatos com a prática e com relatos de experiências de profissionais que passaram pela mesma situação foram temas presente na grade curricular, e isso faz o nosso processo de inserção no mercado de trabalho acontecer de forma natural”.

Aos jovens que estão iniciando ou por iniciar o curso de Psicologia ela recomenda que façam o mesmo percurso que ela. Investiguem o quanto a instituição de ensino está engajada com o curso. Pesquisem o currículo da coordenação do curso bem como dos professores que compõe o corpo docente.

“Em virtude da preparação que recebi no UniBrasil tive trabalho aprovado para apresentação no V Congresso Brasileiro de Psicologia: Ciência e Profissão, neste ano de 2018”.

Texto: Wanda Camargo

 

Postado em NOTÍCIAS, NOTÍCIAS EM DESTAQUE, Sem categoria e tagged , , .

UniBrasil Centro Universitário

Ver post porUniBrasil Centro Universitário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *