O que estudamos na Faculdade de Direito? Guia UniBrasil

Escolher uma carreira não é nada fácil, né? Mas se você chegou até aqui é porque se interessou pelo curso de Direito e o que estudamos na faculdade de Direito. Está area vem gerando todos os dias um mundo de oportunidades e possibilidade profissionais para quem está se graduando.

O Direito é um conjunto de normas, regras e princípios criados por um Estado para conservar a ordem. Este curso pretende formar profissionais com conhecimento para que atuem na área jurídica, aplicando normas para manter a ordem de indivíduos e grupos da sociedade. Mas isso não significa que você irá ficar apenas decorando a legislação. O curso de Direito irá ensinar seu aluno desde como a lei é criada, até a forma correta de ser aplicada.

Mas afinal de contas, o que estudamos na faculdade de Direito?

É preciso decorar aquelas inúmeras leis?

Em primeiro lugar: não, você não precisará decorar toda a Constituição Federal! A maior parte do curso se dedica a fazer com que o aluno entenda essas leis, como interpretá-las e como aplicá-las em situações do dia a dia. Mais importante que ter todas a leis, artigos, parágrafos e incisos na ponta da língua é saber onde e como buscar informações, encontrar leis apropriadas para cada caso.

Com o curso de Direito o aluno irá aprender sobre os fenômenos jurídicos e como utilizar o Direito para manter a ordem na sociedade, mas para que isso aconteça com excelência, o graduando terá que aprender também sobre a realidade da sociedade atual e como as leis afetam a vida das pessoas.

Agora vamos conhecer um pouco mais sobre os assuntos que uma faculdade de Direito estuda:

Teoria Geral do Direito: a Teoria Geral do Direito tem por objetivo estudar temas, conceitos e princípios que ajudarão a compreender melhor sobre o Direito. Esta será uma matéria muito relevante para todas as disciplinas jurídicas. Os temas abordados nesta matéria são: negócios jurídicos, extinção dos direitos, ética e normas jurídicas, entre outros.

Sociologia: a Sociologia busca discutir os conceitos sociológicos, a origem das ciências sociais e analisar questões da vida social contemporânea. Esta disciplina tem por seu objetivo fazer com que o aluno promova uma visão crítica do Direito e proporcionar o confronto de problemas de uma realidade atual.

Economia: as disciplinas de Economia não irão se aprofundar nos conceitos econômicos clássicos. O objetivo dessas matérias é proporcionar uma visão ampla da economia brasileira atual. A disciplina trará conceitos básicos da Economia, como: Distribuição de renda, desigualdade, comparativos internacionais de nível de renda, entre outros.

Política: o foco desta disciplina será a democracia, o aluno estudará sobre ciências e regimes políticos, como: instituições partidárias, definições processuais, representação e participação.

Filosofia: esta matéria irá ajudar o aluno entende o que realmente é o Direito, qual a sua função, o porquê das pessoas obedecerem às leis, entre outros assuntos relacionados.

Como o próprio nome já diz, as principais matérias do Direito envolvem interesses públicos para a regulamentação das relações entre o Estado e os cidadãos. Suas principais matérias são:

Direito Civil: A disciplina de Direito Civil se discute o Código Civil e como se deve aplicá-la aos indivíduos. Se trata dos direitos e obrigações de pessoas em relação às outras em seu cotidiano. Alguns dos temas abordados nesta matéria são: família, obrigações, sucessão de bens, direito de posse, igualdade social, entre outros. Como o Direito Civil tem muitas ramificações é comum que o profissional se especialize em apenas umas dessas áreas. Por exemplo: se o profissional quiser se especializar na área de Sucessão ele irá trabalhar com testamentos, planilhas de bens e inventários. Caso o profissional prefira trabalhar com a família, ele trabalhará com processos de divórcios e pensão alimentícia.

Direito Penal: O Direito Penal é o ramo do Direito que estuda os delitos, crimes e infrações. É nesta área que o Estado especifica se a conduta de um indivíduo é crime ou não, e qual será a sua punição. Os principais temas estudados são: crimes por omissão, crimes culposos, sistemas penitenciários, progressão e regressão de pena, limites de pena, prestação de serviços à comunidade, reincidência, fixação de pena, coautoria e participação em crimes, entre outros assuntos.

Direito Tributário: Esta área reúne os impostos, taxas e outros tipos de contribuições pagas ao poder público. O profissional que se especializa neste ramo trabalha principalmente fazendo o planejamento tributário de empresas, ou seja, ele cria planos de atuação para que elas paguem menos impostos, (tudo de acordo com a lei, é claro). É responsável também por investir em uma carreira pública nessa área, fazendo concurso para a Receita Federal, por exemplo. Vale lembrar que esta trata-se de um das ramificações mais bem pagas do mercado.

Direito Empresarial: Esta ramificação se dedica ao estudo das leis para que seja regularizada a situação de uma empresa. Tendo em vista contratos corporativos, regras sobre propriedade intelectual, direitos e deveres dos sócios e tudo que envolve procedimento dentro da empresa. Esta matéria aborda assuntos como: vencimentos, pagamentos, protestos de títulos, títulos de crédito, letras de câmbio, falência e concordata, entre outros. Diante de tantas possibilidades, quem atua nesta área pode ajudar a elaborar acordos entre os sócios, registro de patentes ou de uma marca, atuar em operações entre empresas, por exemplo.

Direito Processual: Esta área é a que se dedica no estudo dos processos judiciais. É aqui que se define qual juiz deverá julgar quais casos, qual recurso é adequado para cada tipo de decisão e seus prazos, entre outras regras sobre o desenvolvimento dos processos. Dentro do Direito Processual existem três divisões, como: Direito processual Penal, Direito Processual Civil e Direito Processual do trabalho.

  • Direito Processual Penal: traz as regras dos processos criminais.
  • Direito Processual Civil: regulamenta os processos cíveis.
  • Direito Processual do Trabalho: traz as regras dos processos trabalhistas.

Direito Administrativo: esta área estuda as atividades administrativas do Estado, deliberando sobre o funcionamento da máquina administrativa. As disciplinas desta ramificação são focadas na prática da realização do Direito, em como o profissional realiza petições e acompanha o andamento dos processos em diversos órgãos jurídicos.

Direito Constitucional:No Direito Constitucional o foco está no estudo da Constituição. Vale lembrar que a Constituição é a lei de maior hierarquia no Brasil, incluindo desde a organização dos poderes e órgãos até mesmo os direitos fundamentais dos cidadãos. O Direito Constitucional é uma das disciplinas mais importantes do curso, porque serve de fundamento para todas as outras leis do país.

E depois de me formar, como será o mercado de trabalho?

De acordo com o Censo da Educação Superior, o curso de Direito é um dos mais populares no Brasil. Ele está em primeiro lugar na lista de graduações com mais alunos matriculados, tendo também profissionais se formando diariamente em todo o Brasil. Você deve estar se perguntando: o mercado deve ficar bem mais competitivo, não é? Nem tanto!

O mercado de trabalho do Direito é bem grande e continua se expandindo todos os dias, seja na no serviço público ou iniciativa privada. Para quem está entrando no mercado de trabalho agora, poderá escolher se que atuar na área Jurídica ou Advocacia.

Para seguir a carreira jurídica, o bacharel deverá passar por concursos públicos que são muito concorridos. Uma vaga para Juiz, por exemplo, pode ter mais de 100 pessoas disputando o mesmo cargo. Além disso, muitas pessoas estão estudando para o mesmo concurso a anos, por isso, se você quiser entrar em uma carreira jurídica, precisará de uma boa dose de investimento nos seus estudos.

Os cargos do serviço público são:

Delegado: Este cargo é responsável por conduzir investigações policiais, comanda e planeja operações sigilosas e executa medidas de segurança.
Juiz: Sentencia, julga e toma decisões sobre casos. Este cargo pode atuar em diferentes áreas como família, trabalho, da Criança e do Adolescente.
Defensor Público: É o profissional que o Estado indica para pessoas que não têm condições para pagar um advogado.
Procurador da República: Este profissional deve ter um vasto conhecimento sobre os Direitos Humanos, pois ele irá controlar atividades policiais, ações penais, ações públicas e instaurar inquéritos.

Passar em um concurso público é o sonho de muitos estudantes de Direito que buscam por carreiras de sucesso, bons salários e estabilidade profissional para o resto de suas vidas.

Já para os graduandos que pretendem seguir pela área de Iniciativa Privada irá encontrar ótimas oportunidades de trabalho. Para que você possa atuar como advogado precisará passar no exame da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), assim poderão defender os interesses de seus clientes.

As carreiras para especializar-se são:

Advogado Tributário: O profissional que se especializa nesta área fica responsável por garantir a segurança da empresa em casos de processos judiciais e administrativos envolvendo obrigações tributárias.
Advogado Trabalhista: Se você escolher especializar-se nesta área irá trabalhar com processos trabalhistas, contratações, demissões, representar a empresa em negociações, entre outras coisas.
Advogado de Arbitragem: Este profissional é o Advogado Conciliador, ele tentará chegar a um acordo com ambas as partes de um processo, para evitar o desgaste e o gasto de dinheiro com instâncias superiores.
Advogado de Recuperação Judicial: Advogados especializados nesta área têm grande importância para as empresas, pois precisarão de uma representação jurídica. O profissional ficará responsável por: quitar débitos, negociar prazos, pagamentos, e finalmente, solicitar sua recuperação judicial, para que a falência seja evitada.

Outros cargos no ramo de Direito que estão em alta são:

  • Advogado imobiliário
  • Advogado empresarial
  • Advogado consultivo

Independente da carreira que deseja seguir, invista em uma faculdade que atenda todas as suas necessidades. Por isso, venha para uma instituição que tem 18 anos de história com o Direito, venha para o UniBrasil.

Postado em BLOG, BLOG HOME DESTAQUE.

UniBrasil Centro Universitário

Ver post porUniBrasil Centro Universitário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *