Segunda graduação ou especialização. O que é melhor?

Quem já se viu diante de uma dúvida profissional, deve ter feito essa pergunta: aposto em uma segunda graduação ou invisto em uma pós-graduação? Não há uma resposta exata porque tudo vai depender do momento que o profissional está vivendo – ele está se sentindo bem fazendo o que faz? — de quanto investimento pode fazer e até mesmo se o desejo real é mudar completamente de área ou apenas se aprofundar na sua própria.

Algumas pessoas acham erroneamente que uma segunda graduação é uma forma de complementar a primeira. A não ser que sejam cursos próximos, como Psicologia e Pedagogia, por exemplo. Mas, com ressalvas porque a graduação está focada na formação do estudante e você já é um profissional.

Quem já se viu diante de uma dúvida profissional, deve ter feito essa pergunta: aposto em uma segunda graduação ou invisto em uma pós-graduação?

Porém, você está infeliz e quer mudar de área. Tudo bem, mas mesmo assim há que considerar alguns fatores, principalmente o financeiro e a idade. Começar uma segunda faculdade demanda tempo e dinheiro (faça uma reserva financeira se o objetivo é esse mesmo). Avalie o cenário com cautela se você tem mais de 40 anos por exemplo. Infelizmente, o mercado de trabalho para algumas áreas não é muito receptivo a partir de uma determinada idade, principalmente para quem está começando.

No entanto, uma segunda graduação algumas vezes é necessária. Se você precisa de um complemento técnico que não seria oferecido em uma especialização ou ainda se você quer exercer uma profissão no qual o novo diploma é uma exigência legal, como as profissões regulamentadas por conselhos.

E a especialização?

pós-graduação é ideal para quem quer se aprofundar em um tema ou ampliar o leque de opções profissionais complementares ou ainda ganhar mais. Segundo uma pesquisa da Fundação Getulio Vargas (FGV), profissionais que têm pós-graduação recebem cerca de 66% mais do que seus colegas que possuem somente graduação. A principal vantagem é que a duração costuma ser menor – de um a dois anos.

Outro fator que você deve analisar é a modalidade do curso de pós-graduação que você pretende fazer. Existem cursos de especialização, MBA, mestrado profissional, mestrado acadêmico, doutorado, entre outros.

Outra vez, tudo vai depender do objetivo que você quer atingir. Por exemplo, os MBA´s (do inglês Master in Business Administration) são destinados aos profissionais que querem reforçar ou aprimorar conhecimentos de administração, além de ampliar a visão do mundo corporativo. Quem quer ser um pesquisador ou seguir a área acadêmica pode investir nos mestrados acadêmicos.

Mas, nos dois casos – segunda graduação e especialização — é possível levar a carreira atual com os estudos. No caso de uma segunda graduação ainda, algumas instituições – como o UniBrasil – oferecem benefícios. Quem é egresso da faculdade tem 30% de desconto no curso e quem vem de outras instituições tem 20% de desconto. Os cursos são divididos em escola de ciências da saúde, escolha de ciências humanas e sociais aplicadas e escola politécnica. Além disso, ainda há a opção do EAD (Ensino à distância).

Na pós-graduação, o UniBrasil tem cursos presenciais, à distância e os cursos livres. Entre as principais vantagens da especialização do UniBrasil estão as vivências e experiências próximas da realidade, o ensino prático, as jornadas de aprendizado internacionais e o networking.

O UniBrasil tem a experiência de 20 anos de ensino, conquistando a nota máxima 5 na avaliação geral do MEC pela segunda vez consecutiva no último ano. São mais de 50 laboratórios equipados, centro tecnológico, complexo esportivo e clínica integrada de saúde, além do Núcleo de Práticas Jurídicas, Clínica Veterinária e Farmácia Escola.

Saiba mais no site www.unibrasil.com.br

 

Postado em BLOG, BLOG HOME DESTAQUE, BLOG PÁGINA DESTAQUE e tagged , , , , , , , , , , , , , , , .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *