UniBrasil recebe Ana Cristina Limongi-França, autoridade em Qualidade de Vida no Trabalho

A intransigência parece definir nosso tempo, em aspectos intelectuais, políticos, profissionais e até físicos, tornando as relações interpessoais cada vez mais tóxicas. Isso faz mais importante a palestra a ser proferida pela professora doutora Ana Cristina Limongi-França no próximo dia 16 de agosto, às 19 horas, no Auditório Cordeiro Clève, dentro do Projeto UniBrasil Futuro.

O tema será: “Gestão da Qualidade de Vida no Trabalho: desafios para o Terceiro Milênio”. Com o objetivo de sinalizar a importância da Gestão da Qualidade de Vida diante de fatores psicossociais, tecnologia, carreira e questões intergeracionais, e oferecer uma Agenda de Gestão da QVT com abordagem Biológica, Psicológica, Social e Organizacional.

A palestrante é psicóloga, mestre em Psicologia Social, doutora em Administração, Livre-Docente em Interfaces da Gestão da Qualidade de Vida no Trabalho.

Qualidade de Vida no Trabalho representa atualmente, num mundo cada vez mais tecnológico e com preocupações com sustentabilidade, a necessidade de atuar mais profundamente na melhoria das condições da vida no trabalho, nas práticas e processos organizacionais, cuidando desde o ambiente físico até os tipos de relacionamentos dentro das organizações. Valores e demandas pessoais, comprometimento, tem sido preocupação crescente no ambiente educativo dos novos profissionais de várias áreas, no Brasil e no mundo.

O paradigma do controle foi substituído pelo comprometimento, pela promoção da saúde e da melhoria das condições laborais.

Segundo a professora Ana Cristina: “Trabalho sadio integra socialmente, gera credibilidade de caráter, capacita e realiza, efetiva a sobrevivência própria, familiar e da comunidade. O comportamento humano não ocorre ao acaso, não é aleatório; os seres humanos têm capacidade limitada de lidar com a imprevisibilidade”.

Ainda nas suas palavras, “a esfera trabalho representa uma dimensão importante na construção de identidade do indivíduo, até porque existe uma relação estreita com a autoestima e a confiança do indivíduo em si mesmo”.

Ela ainda declara que o atual contexto social e econômico é caracterizado por demandar de grande parte das empresas uma crescente atenção com seus ativos intangíveis. Há algumas décadas, a competitividade de várias organizações estava ligada ao tamanho e complexidade de sua estrutura física. Hoje, aspectos como o conhecimento nelas desenvolvido e mantido, sua marca e valorização no mercado, e as pessoas que nelas trabalham podem se tornar diferenciais competitivos mais importantes do que os aspectos tangíveis.

O pensador chinês Lao-Tsé (sec. VI a.C.), fundador do Taoísmo, deixou-nos o livro “Tao Te Ching”, uma das mais importantes obras de filosofia e religião, em que constam muitas máximas e lições de vida. Dentre elas Ana Cristina destaca: “Quando nasce, o homem é fraco e flexível. Quando morre, é forte e rígido. A firmeza e a resistência são sinais de morte. A fraqueza e a flexibilidade, manifestações de vida”.

Sobre a palestrante:

É Professora Titular da Universidade de São Paulo onde foi Pró-Reitora de Cultura e Extensão Universitária; é Coordenadora da Fundação Instituto da Administração – FIA; Professora convidada no Instituto Politécnico e Universitário Maputo (Moçambique); Professora Visitante na Universidad Del Valle – Cali, Colômbia. Tem como linhas de pesquisa: Psicologia Organizacional e do Trabalho – POT com ênfase em Gestão da Qualidade de Vida no Trabalho; Psicossomática, Stress e Trabalho, Metodologia Biopsicossocial e Organizacional – BPSO.

Fundadora da Associação Brasileira de Qualidade de Vida – ABQV. Membro nas Associações de Ergonomia e Recursos Humanos. Foi Presidente Nacional da Associação Brasileira de Medicina Psicossomática. Acadêmica da Academia Paulista de Psicologia – APP. Acadêmica da Academia Brasileira de Qualidade – ABQ. Criou e coordenou o Projeto Educação e Futuro da FEA/USP. Coordenou a Comissão Cultura e Extensão EAD/FEA/USP (2010-2016). Coordena o Núcleo de Estudos e Pesquisas em Gestão da Qualidade de Vida no Trabalho: Núcleo G-QVT. É autora de livros e estudos científicos em sua área de atuação.

Texto: Wanda Camargo

 

 

 

 

 

 

Postado em COMUNIDADE, NOTÍCIAS, NOTÍCIAS EM DESTAQUE e tagged , , , .

UniBrasil Centro Universitário

Ver post porUniBrasil Centro Universitário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *