Pós-graduação: Curso de Psicologia Jurídica atualiza matriz curricular

O curso de pós-graduação em Psicologia Jurídica do UniBrasil Centro Universitário atualizou neste mês de julho, a sua matriz curricular. A inovação teve como objetivo incluir novas disciplinas que serão trabalhadas de forma teórica e prática, permitindo que o profissional desenvolva competências para atuação em diversas áreas jurídicas.

A especialização totaliza 360 horas e será ministrado ao longo de 18 meses, com dois encontros semanais, nas terças e quintas.

Conforme a coordenadora do curso, profª e Me. Mayta Lobo dos Santos, ao longo do curso o aluno terá uma nova perspectiva de aprendizagem através da interdisciplinaridade, em diversas áreas. “O corpo docente é formado por especialistas, mestres e doutores, profissionais do mais alto grau de conhecimento científico e experiência prática, proporcionando um ensino de excelência”, disse.

Já para o coordenador geral da pós-graduação, prof. Dr. Marcos José Valle, a nova grade oferece uma formação diferenciada. “A proposta é elevar o conhecimento dos profissionais, com foco em temas atuais e importantes para a sociedade na resolução de conflitos e respeitar principalmente as pessoas envolvidas nos processos”, enfatizou.

Confira as áreas jurídicas de atuação durante o curso:

Direito da Família – Intervenção em situações de separação e divórcio, disputa de guarda, regulamentação de visitas e alienação parental. Neste campo, o profissional poderá se colocar como mediador e; no caso do psicólogo, existem também demandas na função de perito ou assistente técnico.

 

Direito da Criança e do Adolescente – Atuação junto a processos de adoção, destituição do poder familiar, aplicação de medidas protetivas em situação de risco, além de apuração de ato infracional e as respectivas medidas socioeducativas.

 

Direito Civil – Atuam em processos nos quais são pedidas indenizações em decorrência de danos psíquicos (morais) e, também, nos casos de acerca da capacidade (interdição judicial / curatela, tomada de decisão apoiada).

 

Direito Penal – Intervenção do profissional no sistema penitenciário e/ou instituto psiquiátrico forense. O profissional da Psicologia pode precisar atuar como perito na verificação de periculosidade ou sanidade mental; o operador do Direito aprimorará o seu conhecimento acerca do estudo da criminologia.

 

Psicologia do Testemunho – É a demanda do profissional na avaliação sobre a veracidade de depoimentos de suspeitos e testemunhas de modo a auxiliar juízes e outros tomadores de decisão em instituições do judiciário.

 

Saiba mais em: https://www.unibrasil.com.br/cursos/pos-graduacao-2/cursos/psicologia-juridica/

Postado em NOTÍCIAS, NOTÍCIAS EM DESTAQUE, PÓS GRADUAÇÃO, Sem categoria.

UniBrasil Centro Universitário

Ver post porUniBrasil Centro Universitário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *