Egressa do UniBrasil lança livro sobre direito LGBT

19510317_1734512866576824_7376365626035720416_nNa noite de 26 de junho, Mariana Gusso Krieger, egressa do curso do Programa de  Mestrado em Direito do UniBrasil Centro Universitário lançou o livro:  “A Proteção Jurídica da Diversidade Sexual em face da Discriminação no Trabalho”.

Muito concorrido, o evento contou com a presença de muitas personalidades do mundo jurídico e também do ex-governador Jaime Lerner. A professora Wanda Camargo representou o UniBrasil na ocasião, no escritório de Roland Hosson.

19510584_1734513463243431_7795698911147403480_nSegundo Leonardo Vieira Wande Juiz do Trabalho no Paraná e Doutor em Direito pela Universidade Federal do Paraná, que efetuou o prefácio da obra, “o foco e onde reside o grande mérito do trabalho de Mariana Krieger, fruto de dissertação de mestrado que tive a grata oportunidade de orientar, a obra que agora se traz a lume não só faz uma cuidadosa análise da casuística da coibição jurídica de condutas discriminatórias de trabalhadoras e trabalhadores LGBT. Vai além e desenvolve todo um enlace da não-discriminação com os direitos fundamentais ao trabalho e ao desenvolvimento da personalidade que introduz uma complexidade de análise que o tema dos direitos fundamentais merece ter. Os temas da sexualidade e do desenvolvimento da personalidade, cruciais para a proteção jurídica da pessoa em sua concretude, não são acessíveis ao direito senão em diálogo intenso com a psicologia e a sociologia, que a autora não negligencia. Apoiando-se na noção de centralidade do trabalho para o sujeito, de Christophe Dejours e na compreensão de um direito fundamental ao conteúdo do próprio trabalho, Mariana vai reunir conceitos jurídicos como direito à não-discriminação, direito à liberdade sexual, direito ao livre desenvolvimento da personalidade e direito ao trabalho, no coração das relações de trabalho”.

A jovem é autora de diversos papers sobre a questão, Mariana considera que o trabalho é também direito fundamental, essencial à construção da i19420888_1734513329910111_2324132634846103047_ndentidade e saúde psíquica, convivência ética e ação pública. Por isso, analisa a discriminação da diversidade sexual no trabalho como essencial para remover os obstáculos jurídicos e ideológicos para a comunidade LGBT. Segundo a autora, “o direito é fruto de lutas sociais e sem a luta e o empoderamento dos grupos LGBT ele não avançará quanto às diversas formas de discriminação”.

O livro foi editado pelo Instituto Memória, um centro de estudos parceiro de instituições universitárias para a disseminação do conhecimento jurídico, artístico e literário.

Texto: Wanda Camargo

 

Posted in NOTÍCIAS.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *