Homenageada da Escola de Saúde: Verônica S.Bednarczuk de Oliveira

veronicaNo UniBrasil Centro Universitário já se tornou tradição celebrar o mês da Mulher, comemorado em março. Todo ano a Instituição realiza o projeto Mulheres Paranaenses, com o objetivo de homenagear mulheres destacadas por suas atividades em vários setores. Em 2017 o evento ocorrerá no dia 15 de março, às 19 horas no auditório Cordeiro Clève

Cada Escola faz uma indicação de homenageada externa à instituição, dentro de sua área de conhecimento. A comunidade interna também indica mulheres pertencentes ao UniBrasil, dentre professoras, alunas e funcionárias.

Isso acontece porque a importância das mulheres, não apenas no processo educacional mas também no desenvolvimento brasileiro, em particular do Paraná, não pode deixar de ser lembrada pela comunidade acadêmica; desde as professoras primárias quando esta era uma das poucas profissões que mulheres podiam desempenhar “fora do lar” e na qual tiveram e têm papel fundamental, até os dias de hoje, em que mulheres são maioria nos corpos discentes e docentes de grande parte das instituições de ensino de todos os níveis e têm ocupado posições de destaque nos setores públicos e privados,  de serviços, empresarial, artísticos e outros.

Embora em passos muito lentos, caminhamos, graças ao trabalho de muitas pessoas dedicadas, para a inevitável igualdade de direitos de mulheres e homens.

 VERÔNICA STASIAK BEDNARCZUK DE OLIVEIRA

A homenageada da Escola de Saúde é psicóloga, especialista em psicologia clínica (Abordagem Comportamental e Cognitiva), líder facilitadora pelo Programa Germinar de Desenvolvimento de Líderes, aplicado pelo Instituto Eco Social (SP); gestora de projetos sociais certificada pela APMG Internacional. Também é fundadora e atual presidente do Instituto Unidos pela Vida, coordenando nacionalmente projetos ligados à comunicação, suporte, educação e incentivo à atividade física na fibrose cística no Brasil; membro do Grupo Brasileiro de Estudos em Fibrose Cística; membro da Comissão Organizadora do VI Congresso Brasileiro de Fibrose Cística; palestrante nas temáticas psicologia e fibrose cística, abordando gestão da oportunidade, com cunho motivacional, científico e didático. Dentro da Psicologia Organizacional, atuou como business partner na Kraft Foods Brasil, e com recrutamento e seleção em consultorias de recursos humanos.

Quando concluía a graduação em Psicologia, aos 23 anos, Verônica foi diagnosticada com Fibrose Cística; percebendo que grande parte do problema decorria da falta de diagnóstico precoce e tratamento adequado, usou sua experiência em projetos envolvendo grupos e sua formação profissional e fundou o Instituto Unidos pela Vida, unindo formação, paixão e necessidade, validando Aristóteles: “Onde suas paixões e virtudes encontram as necessidades do mundo, lá estará o seu lugar”. 

Sua rotina é bastante agitada como diretora geral voluntária do Instituto. Além da coordenação geral de nove projetos e três programas desenvolvidos em todo o Brasil, também participa de outros projetos como os grupos de trabalho do Grupo Brasileiro de Estudos de Fibrose Cística (FC), e na organização do Congresso Brasileiro de FC. Neste momento, também está coordenando a criação do plano de expansão do Instituto, que prevê a atuação com gestão estratégica de outras organizações ligadas ao tema, bem como o aprimoramento de questões de atendimento a pessoas com FC no Paraná. Nesta trajetória, tem aprendido muito com profissionais do terceiro setor que conheceu, e se inspirado em várias mulheres que lideram com maestria organizações sociais do país.

É casada com o Vinícius, dividem muitos sonhos, tanto profissionais quanto pessoais, e, por serem muito parceiros e amigos. Ainda não possuem filhos, mas estes estão nos planos. Têm uma filhota de 4 patas, a Filó, que é seu xodó, um vira lata linda e adotada com muito amor, o mesmo que ela dedica a todas as suas atividades na vida.

Entende que deve tudo o que é e onde chegou à sua mãe, irmãs, irmão, pai, todos os familiares, ama cozinhar, formou-se chef de cozinha, seu maior descanso e terapia são as panelas, facas e fogão, diariamente.

Aos universitários ela diz: “​todos nós devemos seguir nossos sonhos, apesar dos pesares. Eu me reinventei e me reinvento todos os dias, tento conciliar vida pessoal, tratamento, sonhos e projetos com amor e dedicação, sabendo que a maior dádiva que temos é o dia de hoje e a possibilidade de estarmos vivos. Às mulheres, toda minha admiração e afeto por este dia e pela luta diária! Vocês são inspiradoras!”

Texto: Wanda Camargo

Posted in ESCOLA DE SAÚDE, GRADUAÇÃO, NOTÍCIAS.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *