UniBrasil recebe o Ministro Luiz Fux do STF

IMG_3863Na última sexta-feira (18) o UniBrasil Centro Universitário recebeu o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) e do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Luiz Fux. Na ocasião o ministro proferiu aula magna para o curso de Direito sobre o novo Código de Processo Civil (CPC), que entrou em vigor na última sexta-feira. O Ministro foi o responsável pela presidência da comissão que trabalhou no novo Código. O evento, realizado no auditório Cordeiro Clève, contou com a presença do presidente do Complexo de Ensino Superior do Brasil, professor Clèmerson Merlin Clève, do pró-reitor de pós-graduação, pesquisa, extensão e assuntos comunitários, professor Valter Fernandes da Cunha Filho, da assessora da presidência do Complexo de Ensino Superior do Brasil, professora Wanda Camargo, dos coordenadores do curso de Direito, professor Marco Antonio Lima Berberi, Carlos Eduardo Dipp e a professora Alessandra Back. A mesa da aula magna foi composta pelo reitor do UniBrasil, professor Sérgio Ferraz de Lima, pela pró-reitora de graduação, professora Lilian Pereira Ferrari e pelo coordenador geral do curso de Direito, professor Marco Antonio Lima Berberi.

Segundo Alessandra Back, a presença do ministro Luiz Fux na Instituição no IMG_3808mesmo dia em que o novo CPC entra em vigor é motivo de orgulho para o UniBrasil. “É um privilégio para todas nossa casa”, destacou a ós aqui presentes, ouvirmos alguém com tamanho conhecimento do tema em um dia emblemático como hoje. Ter um novo Código de Processo Civil é motivo de celebração, e ninguém melhor que o Ministro Luiz Fux para conduzir com esta festa da academia jurídica aqui na nprofessora.


IMG_3881Durante a palestra o Ministro afirmou que as novas mudanças apresentadas no novo Código buscam agilizar as ações e ainda destacou a funcionalidade do novo CPC. “O compromisso do novo Código é exatamente com a duração dos processos, para esse fim, nós eliminamos uma série de formalidades e o excesso de recursos. Portanto, criamos instrumentos que facilitam a rápida prestação da justiça”. O Ministro também enfatizou os principais destaques, “o primeiro deles é a questão de desformalizar o processo. Em segundo lugar o Código apresenta um investimento na conciliação e mediação entre as pessoas, isso porque nós entendemos que é a melhor forma de solução. Nós temos ainda o incidente de demandas repetitivas, que ao detectar a presença de casos bastante parecidos, os tribunais de segunda instância poderão escolher um deles e suspender todos os outros,” explica Fux. Ainda segundo o Ministro a ideia é agilizar o tempo dos processos judiciais. “Eu acredito que num prazo de mais ou menos um ano comece a se sentir a duração dos processos. Acredito que nós consigamos reduzir a duração do tempo dos processos aproximadamente em 70% do que hoje se leva para obter uma resposta judicial”, afirma.

O Ministro

Luiz Fux possui doutorado em Direito pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UIMG_4088ERJ). Atualmente é ministro do STF, ministro do TSE, professor convidado da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), professor convidado da Universidade Católica de Petrópolis, professor convidado da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUC/RS), professor convidado do Centro de Estudos, Pesquisa e Atualização em Direito, professor convidado da Academia Brasileira de Direito Processual Civil e também, professor titular da UERJ, atuando principalmente dentre os temas: tutela e interesses coletivos.

Homenagem

O Desembargador do Tribunal de Justiça do Paraná e professor do UniBrasil, Octavio Campos Fischer entregou uma placa em nome da Instituição, em homenagem ao trabalho do Ministro na área jurídica.

 

Clique aqui e confira a cobertura fotográfica do evento.

Posted in DIREITO, ESCOLA DE DIREITO, GRADUAÇÃO, NOTÍCIAS and tagged , , , , .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *